CRIANÇAS SEDENTÁRIAS ENGORDAM EM CASA!

Atualizado: 2 de Dez de 2020

O assunto nestes novos tempos era só um pouco preocupante, mas agora algumas informações científicas alertam sobre a sua importância imediata e para o futuro. Abordam a obesidade, níveis elevados de pressão arterial como também do colesterol, imaginem, das crianças.


O que aconteceu ninguém podia imaginar, a falta das aulas presenciais da escola, a falta do intervalo entre as aulas, a falta da educação física escolar, a falta da academia, a falta dos parques, falta de espaço esportivo e de brincar no condomínio é o grande problema.


O outro lado da questão, também de grande importância, é a necessidade do ensino escolar totalmente em casa, fato esse que acaba por facilitar o alcance aos alimentos e guloseimas, segundo a imensa maioria dos pais e responsáveis para acalmar as crianças, as antigas proibições mudaram para acesso livre ao celular e aos jogos virtuais, para ocupar e distrair as crianças quarentemadas por semanas a fio.


Tudo que insistimos nesta pandemia, para que os adultos façam exercícios em casa deveria ser passado para as crianças, até porque são companhia e estímulo para os adultos, foi feito infelizmente apenas por uma minoria inexpressiva e pelos dados estatísticos as crianças ganharam peso e os que foram examinadas estavam com níveis de pressão arterial acima da média para crianças e as dosagens do colesterol e até o índice glicêmico estava acima do padrão para as crianças.


Certamente se continuar a falta de movimento físico e a isso se somando a falta um tempo ao Sol, vamos ter problemas sérios de saúde. A quantidade de adolescentes obesos, hipertensos e com colesterol elevado e mais para frente adultos também diabéticos está no foco do futuro dessa geração sedentária.


O alerta está dado, revisão de tudo o que a garotada está vivenciando é uma obrigação dos pais e responsáveis. A Medicina ensina que crianças e adolescentes com erros nos hábitos de vida, com sedentarismo e suas tentadoras mídias digitais vão produzir com certeza adultos obesos e com doenças crônicas desmotivadoras para iniciar esportes ou apenas exercícios físicos.


A preocupação ainda está abafada pela pandemia em si, precisamos reestimular todos para a volta aos exercícios, corridas, esportes ao ar livre o quanto antes com as medidas protetivas indicadas pelas autoridades sanitárias


Nunca um verbo deve voltar a ser falado e bem alto “MEXA-SE”


Dr. Nabil Ghorayeb - Cardiologista e Especialista em Medicina do Esporte


#nabilghorayeb #cardioesporte #cardiologia #cardiologist #cardiologiadoesporte #medicinadoesporte #dantepazzanese#hcor #saopaulo #ipiranga #esporte #checkup #coracao #criancas #pandemia

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
WhatsApp_Logo-Transparente.png