Carnaval é exercício, porém temos as drogas.

Não é novidade para ninguém que participar do Carnaval é também praticar

exercícios de grande desgaste físico. A preparação física dos participantes de escolas

de samba deve ser semelhante a que se faz para corridas de 05 ou 10 km. E isto não

é uma recomendação qualquer, pois apesar de raro, casos de infarto do miocárdio,

crise de pressão alta, broncoespasmo e até edema agudo de pulmão foram

registrados e atendidos pelo serviço médico plantão entre os participantes das escolas

de samba.


O que chama a atenção são os riscos dos idosos das alas, que em geral não

são muito disciplinados nos tratamentos médicos e ainda muito ansiosos para

participar bem. Infelizmente pouca ou nenhuma preocupação das escolas, nesse

sentido, de alertar e monitorar seus componentes quanto à saúde.


Outro grupo, agora de milhões de pessoas são os participantes dos blocos de

carnaval, que chegam a milhares de pessoas pelas metrópoles e cidades menores,

jovens na maioria, porém milhares nas faixas de idade entre 40 e 60 anos que os

obriga estar em plenas condições de saúde.


Cá entre nós, quem se prepara fisicamente para o Carnaval? E aí que mora o

risco. A preparação física é semelhante à dos atletas em geral e no dia seguir tudo

exatamente igual, desde um reforçado café da manhã com sucos, líquidos e

carboidratos


Aquele que vai participar de horas nos blocos, ao menos tem que ter noção do

seu limite físico e somar certamente o problema de desidratação e desnutrição pelo

desgaste físico e alto consumo de bebidas alcoólicas. Sem dúvida para minimizar

esses problemas, não deixar de se alimentar e consumir isotônicos ou sucos.


Em relação ao consumo de bebidas alcoólicas, sem apologia do alcoolismo, a

cerveja tem baixo teor alcoólico e boa quantidade de líquido e carboidratos porém o

problema é a quantidade desmedida que muitos a consomem , os estudos médicos da

cerveja consideram que é sem problemas ao organismo até o limite de 600 a 700 ml

por dia. Em relação aos destilados os efeitos são muito mais problemáticos pelo alto

índice alcoólico, que produz efeitos depressivos do sistema neurológico provocando

sonolência exagerada e distúrbios comportamentais perigosos, enquanto que no

aparelho digestivo causam esofagite e gastrite agudas.


Um parêntese deve ser feito quanto ao uso de drogas ilícitas como a maconha

e cocaína etc. que provocam distúrbios neurológicos graves e taquicardias fatais. O

“importado” lança-perfume que na maioria usa como base uma substância anestésica

volátil, o velho conhecido éter etílico e outras substâncias que tem como efeito do seu

uso elevado por aspiração, uma PARADA CARDÍACA por arritmia, como também

pode provocar uma PARADA RESPIRATÓRIA fatal. Ainda temos ocorrência de casos

de morte por causa de vômito que vai parar nos pulmões, fato infelizmente que não é

raro.


O Carnaval é uma festa popular que está mudando completamente, e na atual

febre dos blocos para ser gostosa sem sequelas, tem que ter a atenção

individualizada. Impossível impedir os abusos e exageros então, sejamos espertos

mantendo o foco na diversão com os amigos.


Dr. Nabil Ghorayeb

Cardiologista e Especialista em Medicina do Esporte


#nabilghorayeb #nabilghorayebcardiologia #cardioesporte #cardiologiadoesporte #cardiologiageral #cardiologiapreventiva #cardiologia #medicinadoesporte #medicocardiologista #dantepazzanese #hcor #ipiranga #saopaulo #atividadefisica #esporte #checkup #checkupmedico #coracao #corrida #corridaderua #atleta #consultacardiologica

5 visualizações

Consultório Privado Ipiranga

R. Bom Pastor, n° 1163 - Ipiranga - SP

Horário de Atendimento: Segunda a Sexta das 14h às 18:30h

 Tel: (11) 2273-7311

Consultório HCOR

R. Abílio Soares, n°250, 3º andar -  Paraíso - SP

Horário de Atendimento: Terças e Quintas das 12h às 13h30

 Tel: (11) 3053-6611

  • linkedin cardiologista Nabil Ghoraye
  • facebook cardiologista Nabil Ghoraye
  • instagram Nabil Ghorayeb

© 2019 por Nabil Ghorayeb, Criado orgulhosamente por CDC Marketing

WhatsApp_Logo-Transparente.png