ABUSOS NA SUPLEMENTAÇÃO DE POTÁSSIO

Está na moda entre muitos atletas das mais variadas modalidades. O Potássio é um elemento químico necessário à vida presente na natureza em grande abundância.


Seus níveis normais no sangue (3,5 a 5 ml mol/l) são fundamentais e variações para menos ou para mais podem causar enormes riscos à vida.


Criou-se entre os esportistas e atletas um conceito errado de ser causador de cãibras, e assim como automedicação, as pessoas tomam cloreto de potássio na forma de comprimidos orais, em doses perigosamente altas próprias para tratamentos de certas doenças.


O fato de desconhecer se poderiam ou não ingerir altas quantidades diárias, indicadas, vejam só, por amigos e pior ainda por profissionais de saúde não médicos, traz riscos de arritmias cardíacas e até de parada cardíaca.


Quando alguém consome o potássio via alimentação, praticamente apenas os doentes renais e cardiopatas crônicos podem complicar. As pessoas sadias em geral não terão maiores problemas.


Vale lembrar que os isotônicos comercializados normalmente, contém além de aminoácidos, glicose, sódio e potássio em quantidades determinadas aceitáveis, sendo que o próprio rótulo contém as contraindicações formais de se beber isotônicos: não podem ser consumidos por crianças, gestantes, cardiopatas e doentes renais. Por isso, são indicados apenas para atletas/esportistas, exclusivamente para repor as perdas de líquidos e eletrólitos causadas pela prática esportiva.


A reposição medicamentosa de potássio, deve ser indicada pelo médico mesmo em pessoas aparentemente sadias. A cãibra pode ser devida à desidratação com queda de sódio ou de potássio, entre outras causas. Até a moda de consumir banana para evitar cãibras, é mais um mito errado, pois necessitaria uma dúzia do tipo nanica, por hora de treino intenso, para reposição dos níveis normais de potássio.


Os sintomas gerais mais comuns da queda dos níveis são fraqueza e dores musculares, sonolência e confusão mental.


Por isso alertamos que para o consumo do medicamento cloreto de potássio seja comprimido ou xarope, só após consulta médica com exames laboratoriais para doenças específicas. A quantidade de potássio desses medicamentos é para tratamentos de doenças e nunca para prevenção de cãibras nas corridas e outros esportes. A moda não tem respaldo científico e pode causar danos à saúde. Nas dúvidas fale com seu médico sobre a necessidade de suplementar potássio e ele vai te indicar o nutricionista de confiança.


ALIMENTOS QUE CONTÊM POTÁSSIO

Abacate, alimento com altos níveis de potássio, superando inclusive a banana, batata-doce, folhas de coloração verde escura, iogurte, molho de tomate e peixes.


Dr. Nabil Ghorayeb - Cardiologista e Especialista em Medicina do Esporte

#cardiologistasp #ipirangasp #medicinadoesporte #cardioesporte #cardiologistadoesporte

19 visualizações0 comentário
WhatsApp_Logo-Transparente.png